La vie est belle !
(de l'étonnement d'être vivante)

França



 
 

Soldes

Começou ontem a liquidação de verão. É verdade que o verão começou só no domingo, mas, como as vendas da primavera foram abaixo do esperado, crise oblige, a queima dos preços começou mais cedo, os logistas querendo correr atrás o prejuízo.

Há algum tempo li uma reportagem informando que, em matéria de lingerie, as francesas batem recorde internacional de consumo. Pude constatar por mim mesma a veracidade de tal informação, pois estava esperando a liquidação para comprar um biquine novo, já que em agosto estarei desembarcando na Côte d'Azur com Chéri e 90% dos franceses. Já tinha escolhido o modelo na internet, então, era só chegar na loja, indicar o código, pagar e pronto. Simples, não?

Nem tanto. Primeiro, as vendedoras estavam todas ocupadas mostrando calcinhas, sutiãs, biquines e maiôs. Chéri, que me acompanhava, até se sentou para esperar. Quando, finalmente, tive meu produto nas mãos, perguntei, singelamente, onde era o caixa. Eu não tinha percebido a fila enoooooooooooorme para pagar. Nisso, Chéri, sempre muito paciente, disse que ia me esperar do lado de fora, pois fazia realmente calor dentro da loja, lotada de mulheres.

20 minutos para pagar um biquine. Mas fica o registro, se alguém duvidava, não duvide mais: a mulher francesa, em tempo de crise, pode abrir mão do sapato, da bolsa, do vestido, mas não abre mão da calcinha, do sutiã, da camisola... embora também corra a lenda no Brasil de que francês dorme pelado. Será? Além do biquine, que não mostrarei, comprei também o deslumbrante par de sapatos na foto abaixo.

Aliás, a relação da mulher (de qualquer nacionalidade) com o sapato merece um post. Me aguarde.



Escrito por Teresa Abreu às 08h35
[   ] [ envie esta mensagem ]




 
 

Fête de la musique

No dia 21 de junho, solstício de verão, comemorou-se a 27ª edição da festa da música. Sob um sol brilhante - é necessário ressaltar, pois verão e sol não vem necessariamente juntos por essas bandas de cá -, as atrações musicais se multiplicaram. As autoridades estimam que entre 350.000 e 400.000 pessoas assistiram aos inúmeros eventos que se realizaram na capital francesa. Abaixo, um pouco do que vimos, eu e Chéri, na nossa indefectível caminhada dominical.



Escrito por Teresa Abreu às 14h19
[   ] [ envie esta mensagem ]




 
 

Do outro lado do balcão

Participei, pela primeira vez, de uma braderie. Muito comum na França, trata-se de uma espécie de brechó, organizado pelas prefeituras dos bairros, onde pessoas como eu e você podemos alugar um espaço para vender nossas quinquilharias. Bem, nem tudo é quinquilharia, na verdade, e pode-se encontrar objetos em muito bom estado a preço de banana (aliás, a banana ainda faz jus a esse dito?)  

 

Bom, eu queria me desfazer de alguns livros lidos e relidos, sem pensar em jogá-los no lixo, que esse pecado mortal eu não cometo. Então pedi a Chéri que nos inscrevesse.

 

Acordamos cedinho no domingo para armar nossa banca. O filho de Chéri, que chamarei Petit, também queria por à venda alguns brinquedos, e lá fomos nós. Tudo por 1 Euro.

 

As miniaturas do Petit foram as primeiras a partir. Quanto aos livros, as pessoas passavam, olhavam, folheavam... e perguntavam sobre o conteúdo, antes de comprar. Ahá!, eu tinha lido todos e soube resumir direitinho cada um deles.

 

Chouette!  Tive meu dia de livreira. Confiando em minha descrição, as pessoas levavam dois, três. Todos os livros eróticos comentados aqui neste blog (ver categoria Livros) foram comprados... por mulheres. Vendi até um Neruda em espanhol (Confieso que he vivido) a um senhor muito distinto em seu chapéu panamá.

 

No final de um dia debaixo de sol e de chuva, verificamos, felizes, que fizemos 95 Euros. Que foram parar no cofrinho do Petit.

 



Escrito por Teresa Abreu às 21h54
[   ] [ envie esta mensagem ]




 
 

Em casa

Como se pode imaginar, a viagem de volta foi um nervoso só. Por incrível que pareça, a tripulação estava mais estressada do que os passageiros. Bastava uma balançadinha do avião para se levantarem quase histéricos, boca colada ao microfone para exigir que se afivelassem os cintos de segurança. Pela primeira vez na minha vida tomei um comprimido para dormir no avião - e não dormi! Aliás, tirando as crianças, ninguém dormiu durante todo o voo. Teve até gente que ficou com a telinha ligada acompanhando a trajetória do avião sobre o mar. Eu hein!!!

De volta a Paris, começo a me preparar para mudanças. Filhos casados e formados, estou prestes a iniciar uma nova fase da minha vida. Que venha o verão europeu! Para recebê-lo, sandalinhas made in Brazil.



Escrito por Teresa Abreu às 08h08
[   ] [ envie esta mensagem ]




 
 

Here comes the sun

Frase de hoje do orkut:  

Um dia sem sorrisos é um dia perdido 

 

Motivo para sorrisos:

      18 °C



Escrito por Teresa Abreu às 13h09
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]




Meu perfil
Moro na França, onde trabalho para o Governo brasileiro. Gosto de livros, arte e cultura. Sou jornalista, escritora, fotógrafa e especialista em Relações Internacionais

 

Locations of visitors to this page

UOL

 
Histórico
  Ver mensagens anteriores

Categorias
  Todas
  Livros
  França
  Brasil
  Miniconto
  "Conta as bênçãos"
Sites amigos
  Minhas fotos - Mes photos
  La vie est belle! (o antigo)
  Soraia direto de Chicago
  My little Paris
  Ramses no século XXI
  Le blog d'Estelle en Irlande
  Blog da Martha Medeiros
  Idéias e livros
  Pensieri e parole
  Porão abaixo®
  Histórias do mundo
  Blog da Magui
  O mundo sueco e eu
  trajédia
  Cissinha
  Croissant-land
  Caminhar
  Pisando em uvas
  Brasileirinha
  Forum democrático
  Blogup
  Cenas do cotidiano
  As Palavras Todas
  Pub 66
  Samba Um
  avant-dernières pensées
  Luz de Luma
  Observador
  Bloggente
  Gazeta mundo cão
  Sandra Pontes
  Lino Resende
  O Chato
  Fotoblog da Filhinha
  Bibi Move Scliar
  Petite parisienne
  Balaio Porreta 1986
  Côté cour, Côté jardin
  Política à francesa
  Banca do Blues
  Bom dia, França
  Além da Torre
  meus instantes
  Nothing and all
  Facebook
  UOL
Votação
  Dê uma nota para meu blog