La vie est belle !
(de l'étonnement d'être vivante)


 
 

Apaixonante

Um leitor contumaz, geralmente, tem dificuldade de apontar um único livro que tenha marcado a sua vida. São tantas as aventuras vividas, tantos os aprendizados adquiridos, tantos os mundos descobertos através das páginas que lemos... Eu, no entanto, tenho o meu livro de cabeceira, que é a Bíblia. Lia diariamente quando era adolescente, e cheguei a saber de cor passagens, páginas inteiras. E creio que meu modo de olhar o mundo, a vida, os seres humanos foi modelado pelos padrões ali expressos.

Agora estou mergulhada na leitura de Jerusalém - uma cidade, três religiões. Ainda me falta um terço para terminar a leitura, mas este calhamaço de 430 páginas já mudou minha maneira de ver a religião, ou melhor, o que os homens fizeram com as religiões. O que os judeus fizeram com os ensinamentos de Moisés, o que os cristãos fizeram com os ensinamentos de Jesus, o que os muçulmanos fizeram com os ensinamentos de Maomé. As três mensagens são idênticas: amor ao próximo e justiça social. E as três religiões falharam vergonhosamente.

O personagem principal do livro é Jerusalém, cidade triplamente sagrada. A autora, com sólidos conhecimentos de teologia e história, descortina os insights espirituais de judeus, cristãos e muçulmanos. Um livro muito esclarecedor sobre o conflito que não se restringe a Israel ou à faixa de Gaza, mas que engloba as populações, praticantes ou não, das três religiões monoteístas do nosso mundo.

Jerusalém, Jerusalém, quantas vezes eu quis juntar os teus filhos, como a galinha junta os pintinhos debaixo das suas asas, mas tu não quiseste.



Categoria: Livros
Escrito por Teresa Abreu às 16h21
[   ] [ envie esta mensagem ]




 
 

Deu no Estadão

"Sarkozy e Carla Bruni: 'duas bestas selvagens'

Sarkozy e Carla namoram, enquanto Lula fica com Durão Barroso Foto: Tasso Marcelo/Agência Estado

O publicitário francês Jacques Séguéla foi o responsável pelo primeiro encontro entre o presidente e mulherengo Nicolas Sarkozy e a cantora, modelo e predadora sexual Carla Bruni. É dele a descrição do que aconteceu naquela noite de 13 de novembro de 2007, publicada nesta semana na França. Segundo sua definição, relatada pelo Times, foi um “inesperado jogo de sedução entre duas bestas selvagens” na frente dos demais convidados.

Séguéla conta que, quando Sarkozy chegou, foi atraído “como um ímã” para Carla. Ela o advertiu que conhecia sua fama de caçador de mulheres. “Minha reputação não é pior do que a sua”, respondeu Sarkozy. “Eu a conheço bem sem nunca tê-la encontrado. Sei tudo sobre você. Você faz amor porque ninguém faz amor com você. Eu sei tudo sobre você porque eu sou como você.”

Em seguida, Sarkozy disse que iria a um show de Carla e anunciaria o casamento entre eles. “Você verá que faremos melhor do que Marilyn e Kennedy.” Ela respondeu que só se casaria com um homem que lhe desse um filho, ao que o presidente respondeu: “Eu já tenho cinco. Por que não seis?”.

Nesse momento, segundo Séguéla, Sarkozy desafiou Carla a beijá-lo na boca, na frente de todos. Ela não respondeu. Eles foram embora juntos, e o presidente a deixou em casa. Carla lhe deu seu número de telefone. Dez minutos depois, a cantora ligou para Séguéla e se queixou que Sarkozy ainda não havia telefonado para ela."

Esta matéria está no Estadão de hoje e, como tiete confessa do casal Bruni-Sarkozy, não pude deixar de reproduzi-la aqui.

Mas por que tanto interesse pelo casal presidencial francês? Identificação: reencontrei Chéri mais ou menos na mesma época em que eles se conheceram pessoalmente. Eu e Chéri também nos apaixonamos furiosamente e planejamos nos casar desde o início. Aliás, no dia do nosso reencontro, ele me disse que me apresentaria à mãe dele, o que fez antes do Ano Novo. E, last but not least, eu sou aquariana, como Sarkozy, e Chéri é capricórnio, como Carla Bruni.

Thank God It's Friday. E amanhã é Saint-Valentin, Dia dos Namorados no hemisfério Norte!



Categoria: França
Escrito por Teresa Abreu às 17h28
[   ] [ envie esta mensagem ]




Dos perigos de estar vivo

“São muitos os perigos dessa vida para quem tem amor.” Esta frase, atribuída ao poeta Vinícius de Moraes, não poderia ser mais verdadeira. Bem posso imaginar a que tipo de amor se referia o poetinha ao proferi-las, mas me reporto a ela para falar sobre os perigos da vida de uma pessoa que ama com amor materno.

Já havia me chocado muito a leitura do livro de Danuza Leão, Quase tudo, onde ela menciona seu indescritível sofrimento pela morte de seu filho, jornalista do Jornal do Brasil, num acidente de automóvel. Ela escreveu: “é contra todas as leis da natureza que um filho morra antes da sua mãe.” Eu sofri com ela, durante a leitura, às lágrimas.

Ontem, recebi um email relatando a morte de um menino de 10 anos aqui em Paris, vítima talvez de uma brincadeira que os garotos gostam de fazer, de se apertar o pescoço com um lenço até sufocar, para testar a resistência. Quando li, meu sangue como que escorregou, pois eu me senti imediatamente gelada e sem forças. E hoje, nos jornais brasileiros, está o relato de uma menina americana de quatro anos que morreu dentro da máquina de lavar roupa, acionada por seu irmãozinho de 15 meses.

Uma coisa na qual nunca pensamos, as mães, é que, ao dar a vida aos nossos filhos, damos-lhes, também, a morte, pois tudo o que nasce tem que morrer, necessariamente. Apenas imaginamos, egoisticamente, que vamos morrer antes deles, mas a vida não é uma equação demonstrável matematicamente. E a morte de um filho é um fato para o qual nunca estaremos preparados.

 La Madonna Litta (Nossa Senhora amamentando), de Leonardo da Vinci



Escrito por Teresa Abreu às 15h15
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]




Meu perfil
Moro na França, onde trabalho para o Governo brasileiro. Gosto de livros, arte e cultura. Sou jornalista, escritora, fotógrafa e especialista em Relações Internacionais

 

Locations of visitors to this page

UOL

 
Histórico
  01/09/2009 a 30/09/2009
  01/07/2009 a 31/07/2009
  01/06/2009 a 30/06/2009
  01/05/2009 a 31/05/2009
  01/04/2009 a 30/04/2009


Categorias
  Todas
  Livros
  França
  Brasil
  Miniconto
  "Conta as bênçãos"
Sites amigos
  Minhas fotos - Mes photos
  La vie est belle! (o antigo)
  Soraia direto de Chicago
  My little Paris
  Ramses no século XXI
  Le blog d'Estelle en Irlande
  Blog da Martha Medeiros
  Idéias e livros
  Pensieri e parole
  Porão abaixo®
  Histórias do mundo
  Blog da Magui
  O mundo sueco e eu
  trajédia
  Cissinha
  Croissant-land
  Caminhar
  Pisando em uvas
  Brasileirinha
  Forum democrático
  Blogup
  Cenas do cotidiano
  As Palavras Todas
  Pub 66
  Samba Um
  avant-dernières pensées
  Luz de Luma
  Observador
  Bloggente
  Gazeta mundo cão
  Sandra Pontes
  Lino Resende
  O Chato
  Fotoblog da Filhinha
  Bibi Move Scliar
  Petite parisienne
  Balaio Porreta 1986
  Côté cour, Côté jardin
  Política à francesa
  Banca do Blues
  Bom dia, França
  Além da Torre
  meus instantes
  Nothing and all
  Facebook
  UOL
Votação
  Dê uma nota para meu blog