La vie est belle !
(de l'étonnement d'être vivante)


Muito trabalho, mas muito feliz

Querido amigo virtual,

Ontem fez um mês que cheguei a Dublin. Fui nomeada chefe do Setor Cultural da Embaixada e tenho trabalhado bastante. Estou feliz, muito.

Criei um novo blog, como havia planejado. Se quiser conhecê-lo, escreva para teresabreu@hotmail.com. Ou então, deixe seu email aqui que eu envio.

Desculpe o trabalho, mas tenho bons motivos para não publicar o endereço.

Até breve.



Escrito por Teresa Abreu às 12h54
[   ] [ envie esta mensagem ]




 
 

Removida

Alea jacta est ! Fui embora de Paris: fim de missão. Tendo completado cinco anos na delegação junto à UNESCO, fui removida, como se diz no jargão do Itamaraty, para a Embaixada em Dublin, naquele país celta que visitei, nao sem segundas intençoes, no final de novembro.  

 

Confesso que é duro, mas bom, faz-se Dublin-Paris em duas horas de avião.  

 

Eu sinto que vou gostar de Dublin. Sem duvida, criarei um novo blog. Me aguarde.  

 

Mestre-cuca por um dia

Faz umas semanas recebi convite de Sheila Leirner para participar de uma corrente de troca de receitas. O mecanismo é simples: você recebe um e-mail convidando a não quebrar a corrente, que consiste em enviar uma receita para o endereço eletrônico da pessoa que está classificada como número 1. Depois de enviar sua receita, você volta ao e-mail, reencaminha a 20 pessoas de suas relações, subindo o nome da segunda pessoa (aquela que te enviou a mensagem) para o número 1 e colocando o seu próprio nome no número 2. Alguns dias depois, você começa a receber receitas das mais variadas procedências.  

Fiquei muito orgulhosa quando recebi o retorno da pessoa para quem enviei minha receita de salmão no papillote, dizendo que o prato fez sucesso em sua casa. Tanto mais orgulhosa que o prato fui eu mesma que inventei.

Então, compartilho com vocês a minha criação culinária.

 Salmão cozido no papel alumínio
(ou outro papel próprio para ir ao forno) 

Ingredientes:
 
Filé de salmão ou qualquer outro peixe de sua preferência
alho picado
mostarda
gengibre em pó
ervas de Provence
molho chinês Nuoc Mam
sal e pimenta
 
Preparo:
 
Ligue o forno a 200 graus por 10 minutos
Forre uma travessa com papel alumínio com bordas para fora, para dobrar.
Coloque dentro todos os temperos, misture e unte os filés de salmão.
Feche como se fosse um envelope e leve ao forno quente por 20 minutos.
Sirva com arroz branco.



Categoria: "Conta as bênçãos"
Escrito por Teresa Abreu às 14h24
[   ] [ envie esta mensagem ]




Help! I need a psy!

Teresa took the What mythical beast are you? quiz and the result is Dragon

Strong, wise, and sometimes fearsome, you are truly a powerful sight to behold. When you're not out on a calm flight around your territory or devouring sacrificial maidens, you like to rest quietly in your deep, dark cave guarding your very impressive treasure hoard from pesky knights.


Escrito por Teresa Abreu às 03h54
[   ] [ envie esta mensagem ]




Fazendo meu luto

Vi uma estrofe da letra desta música no blog avant-dernières pensées e desde então eu a canto todos os dias dentro da minha cabeça. Desnecessário dizer que marcou a minha juventude.



Escrito por Teresa Abreu às 17h03
[   ] [ envie esta mensagem ]




 
 

Soldes

Começou ontem a liquidação de verão. É verdade que o verão começou só no domingo, mas, como as vendas da primavera foram abaixo do esperado, crise oblige, a queima dos preços começou mais cedo, os logistas querendo correr atrás o prejuízo.

Há algum tempo li uma reportagem informando que, em matéria de lingerie, as francesas batem recorde internacional de consumo. Pude constatar por mim mesma a veracidade de tal informação, pois estava esperando a liquidação para comprar um biquine novo, já que em agosto estarei desembarcando na Côte d'Azur com Chéri e 90% dos franceses. Já tinha escolhido o modelo na internet, então, era só chegar na loja, indicar o código, pagar e pronto. Simples, não?

Nem tanto. Primeiro, as vendedoras estavam todas ocupadas mostrando calcinhas, sutiãs, biquines e maiôs. Chéri, que me acompanhava, até se sentou para esperar. Quando, finalmente, tive meu produto nas mãos, perguntei, singelamente, onde era o caixa. Eu não tinha percebido a fila enoooooooooooorme para pagar. Nisso, Chéri, sempre muito paciente, disse que ia me esperar do lado de fora, pois fazia realmente calor dentro da loja, lotada de mulheres.

20 minutos para pagar um biquine. Mas fica o registro, se alguém duvidava, não duvide mais: a mulher francesa, em tempo de crise, pode abrir mão do sapato, da bolsa, do vestido, mas não abre mão da calcinha, do sutiã, da camisola... embora também corra a lenda no Brasil de que francês dorme pelado. Será? Além do biquine, que não mostrarei, comprei também o deslumbrante par de sapatos na foto abaixo.

Aliás, a relação da mulher (de qualquer nacionalidade) com o sapato merece um post. Me aguarde.



Categoria: França
Escrito por Teresa Abreu às 08h35
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]




Meu perfil
Moro na França, onde trabalho para o Governo brasileiro. Gosto de livros, arte e cultura. Sou jornalista, escritora, fotógrafa e especialista em Relações Internacionais

 

Locations of visitors to this page

UOL

 
Histórico
  01/09/2009 a 30/09/2009
  01/07/2009 a 31/07/2009
  01/06/2009 a 30/06/2009
  01/05/2009 a 31/05/2009
  01/04/2009 a 30/04/2009


Categorias
  Todas
  Livros
  França
  Brasil
  Miniconto
  "Conta as bênçãos"
Sites amigos
  Minhas fotos - Mes photos
  La vie est belle! (o antigo)
  Soraia direto de Chicago
  My little Paris
  Ramses no século XXI
  Le blog d'Estelle en Irlande
  Blog da Martha Medeiros
  Idéias e livros
  Pensieri e parole
  Porão abaixo®
  Histórias do mundo
  Blog da Magui
  O mundo sueco e eu
  trajédia
  Cissinha
  Croissant-land
  Caminhar
  Pisando em uvas
  Brasileirinha
  Forum democrático
  Blogup
  Cenas do cotidiano
  As Palavras Todas
  Pub 66
  Samba Um
  avant-dernières pensées
  Luz de Luma
  Observador
  Bloggente
  Gazeta mundo cão
  Sandra Pontes
  Lino Resende
  O Chato
  Fotoblog da Filhinha
  Bibi Move Scliar
  Petite parisienne
  Balaio Porreta 1986
  Côté cour, Côté jardin
  Política à francesa
  Banca do Blues
  Bom dia, França
  Além da Torre
  meus instantes
  Nothing and all
  Facebook
  UOL
Votação
  Dê uma nota para meu blog